Amigos do Blog.

Páginas

quinta-feira, 17 de julho de 2008

MORTE X VIDA NO ORIENTE MÉDIO

O título da notícia é: "Festejos no Líbano, lágrimas em Israel"
Podemos observar um contradição gritante, na recente troca de prisioneiros, aclamada pela mídia internacional, como vitória dos palestinos radicais contra Israel.
A aparente vitória, se deve ao fato de os terroristas entregarem prisioneiros mortos ao Estado de Israel, em troca de líderes terroristas vivos, há tempos em poder de Israel. Os presos por Israel, foram mantidos vivos, os presos do Hezbollah, com certeza, após as devidas torturas, foram mortos.
Interessante que a grande mídia não atenta para o fato de que na realidade, a nação Israelita é a grande vencedora.
O mundo vive hoje, uma grande revolução, onde a mentira é transformada em verdade e a verdade em mentira.
O objetivo final, é a implementação da NOM e seu governo único, para isto, usam-se todos os meios: o homem hétero virar gay passa a ser in, o uso de drogas, a desestruturação familiar, a corrupção política, a interferência do Estado na Igreja e mais uma série de ítens que tempos atrás, não seriam sequer mencionados, são massivamente apresentados ao público, como forma de preparação para o gran finale da NOM com seu poderoso e único domínio de todas as nações.
Os povos já vem recebendo há tanto tempo, informações sobre as "maravilhas" do terrorismo árabe e islâmico contra o Israel opressor, que a mídia é incapaz de perceber que o grande vencedor nesta troca (se é que existem vencedores neste tipo de troca), é a nação israelita, que ao receber os seus mortos em troca de prisioneiros que foram mantidos com sua honra e sua vida, demonstram um profundo e respeitoso amor pela vida humana e ainda provam ao mundo, que o mesmo não acontece com o Hezbollah.
No confronto MORTE X VIDA, a vida e o respeito pela VIDA e suas leis, sempre vencerá.
Abraços,
Cláudio Fontes

terça-feira, 15 de julho de 2008

RODRIGO SANTORO SERÁ AMANTE DE JIM CARREY

O ator Rodrigo Santoro, ícone de beleza entre as mulheres e os gays brasileiros, famoso também por sua qualidade artística e interpretações andrógenas, irá interpretar mais um gay em sua carreira, ao lado de Jim Carrey e outros famosos do cinema internacional. http://diario.iol.pt/cinema/rodrigo-santoro-jim-carrey-ewan-mcgregor-che/972041-4059.html

Lendo a notícia, me vem um sentimento dúbio no coração. Dá orgulho, ver um genuíno brasileiro, alçado à fama internacional e ao mesmo tempo, fico pasmo, ao ver como as pessoas são capazes de se vender por qualquer coisa (o vender é apenas força de expressão, haja vista, que o mesmo sempre esteve do outro lado), o qualquer coisa, também é força de expressão, pois estamos falando de questões, pelas quais, a grande maioria dos homens é capaz de vender a própria alma e eternidade a satanás, mesmo que o dito cujo, apareça mostrando sua verdadeira face.

Estamos falando de fama, poder e dinheiro. São 3 itens capazes de envolver de forma tão eficaz o homem, que poucos conseguem não dobrar seus joelhos diante de "deuses" tão maravilhosos.
A minha questão, não é quanto ao poder, a fama a ao dinheiro e também, nem quanto ao da decepção causada à milhares de jovens, que no limiar de suas decisões sobre sexualidade, vêem um ícone de beleza e poder, aparecer como personagem gay. Mesmo que não o seja, o ator já vem sendo ligado em sua carreira a estes tipos de personagem. Ser ou não ser gay e ter poder, fama e dinheiro, são questões pessoais, nas quais não podemos e nem devemos interferir, mas o que me choca neste caso, é a continuação da malícia diabólica, de sempre usar hollywood para implementar e divulgar as suas intenções.

A Nova Ordem Mundial (NOM), não conhece limites e parece saber, que mesmo com a informação caminhando rapidamente pela internet, mesmo com um grande número de pessoas, sabedores de seus planos, eles estão pouco ligando para o povo, pois considera-nos órfãos, totalmente impotentes. Sabem que o povo foi educado para ser OMISSO e para aceitar qualquer imposição vinda de um poder superior e inalcançável que é o Estado.

Dentro do contexto de desvalorização da família e da implantação da PL122 e sua mordaça gay, este filme vai trazer em seu cerne, um grande impulso para estes e outros ítens relacionados a esta agenda podre. Aparentemente, não podemos fazer nada para impedir, mas temos o dever de pelo menos gritar contra, agir contra, ainda que apenas, não vendo o filme, mesmo que tenha um brasileiro participando.

Abraços,
Cláudio Fontes.

Pesquise com PRIVACIDADE!!!

Este SiteWeb