Amigos do Blog.

Páginas

sábado, 10 de março de 2012

Julio Severo: Ex-homossexuais defendem Silas Malafaia



Precisamos apoiar esta luta contra a milícia gay e suas 

perseguições absurdas contra os cristãos e os 

heterossexuais 

que não apóiam a divulgação e estímulo ao

homossexualismo    


Quando observamos  ex homossexuais que segundo os ativos militantes gays alegam 

""não existem"",  precisam reunir-se em associação presidida por um ex-travestí, para 

defender  direitos universais como a liberdade de expressão, percebemos que os riscos 

de uma Ditadura Gay, são bem maiores do que imaginamos. Precisamos nos proteger, 

logicamente, sem violência e sem homofobia. Precisamos nos proteger, usando e 

escolhendo bem o nosso  voto e definindo com clareza que lado estamos.   

Quero lembrar aos amigos, a célebre frase: 

O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.
Martin Luther King      

Está na hora, da grande maioria silenciosa começar a colocar a boca no trombone e declarar-se contra esta atitude heterofóbica dos militantes gays que em qualquer simples oposição ideológica ou opção sexual, as pessoas normais, sejam declaradas homofóbicas e passem a ser perseguidas por estes grupos de milicia, que com certeza, não são maioria entre os gays.

http://juliosevero.blogspot.com/2012/03/ex-homossexuais-defendem-silas-malafaia.html   


A Abex, associação formada por ex-homossexuais e presidida pelo ex-travesti Joide Miranda, declarou na nota “que não aceitará qualquer ato de perseguição contra qualquer pessoa que pacificamente se posicione contra a homossexualidade”.
A nota oficial de repúdio, assinada por Joide Miranda e pelo Dr. Matheus Sathler em Brasília em 10 de março de 2012, diz no restante da mensagem:
Nesse sentido, declara que está tomando as devidas medidas legais junto ao Conselho Nacional do Ministério Público para dar início a um pedido de abertura de processo administrativo disciplinar em relação à atuação do procurador Jefferson Aparecido Dias para que explique na ótica do direito positivo pátrio de onde tirou a tipificação alienígena de “declaração homofóbica” em relação a fala do pastor Malafaia.
Por fim, vem declarar com profundo pesar que é extremamente preocupante uma autoridade da República Federativa Brasileira, livre e democrática, estar aparentemente utilizando um órgão tão estimado como o Ministério Público para atuar em prol de um pequeno grupo intolerante e que não aceita as diferenças de opiniões com relação a homossexualidade.
O que nos parece é que uma doutrinação totalitária da sociedade brasileira está aos poucos tentando ser implementada. Mas que com a atuação de homens de coragem, que não temem a própria morte e não se curvam frente ao mal, não evitarão esforços para impedir que tal doutrinação sem base racional e científica venha a ocorrer.
Abraços
Cláudio Fontes.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Urna eletrônica – Caso de Polícia


Acabei de ver este vídeo e o apresento aos amigos, TOTALMENTE INDIGNADO!!!!

  

Já estava pronto para sair e resolver uns problemas, mas resolvi me atrasar um pouquinho para mostrar mais esta desgraça que nos atinge.

 

Eu sempre soube e já vi diversos vídeos sobre o assunto, mas é a primeira vez que vejo um Deputado Federal falando abertamente no Plenário da Câmara, trazendo ao conhecimento do público um assunto que sempre foi tratado às escondidas.





Precisamos DIVULGAR este vídeo e buscar alguma SOLUÇÃO URGENTE.

 

Eu não sei nem o que sugerir. Voto Nulo? Voto em Branco? Escolher pela pesquisa que também é roubada? Faltar as eleições e pagar multa?

 

Sinceramente estou REVOLTADO!!!

 

Deus nos LIVRE E GUARDE!!!

 

Abraços,

 

Cláudio Fontes.

Pesquise com PRIVACIDADE!!!

Este SiteWeb