Amigos do Blog.

Páginas

domingo, 20 de janeiro de 2013

Brasil. _ Um País de ladrões?


Ao entrar em no banheiro público de um órgão Estadual, no centro do Rio de Janeiro, fiquei espantado  com a cena demonstrada na foto a seguir:

É bom ressaltar que esta foto, não foi tirada com o meu CELULAR, um amigo me prestou o favor.

Meu celular, não o atual, um ótimo celular que tirava foto com 5 megapixels e foi meu companheiro por uns três anos, também foi ROUBADO. 

Esqueci de botar o CADEADO e mesmo sabendo quem era o ladrão, optei por não denunciá-lo aos seguranças do local, para não me tornar culpado pelo próximo presunto que aparecesse na área.
Melhor ficar com o prejuízo.
Mais tem Deus pra dar, do que o ladrão pra roubar.

Voltemos a foto, ou melhor, aos fatos:  _Quando entro no banheiro, por sinal, bem limpo e cuidado, me deparo com o cadeado que impede a reposição e também, a RETIRADA  do rolo de PAPEL HIGIÊNICO.

Conclusão lógica: _Estão furtando até PAPEL HIGIÊNICO (me lembrei até, de uma música infantil de minha época {ou seja, muiiito antiga rsrs} que falava... não faz mal, não faz mal,... limpa com jornal...).

Muito provavelmente, a solução do cadeado, foi dada pelos próprios funcionários de limpeza, para evitar, além dos furtos, a acusação de serem os responsáveis pelo mal feito.

Neste mesmo dia, em uma fila de caixa de uma destas grandes lojas, que vendem quase tudo, não estava mais com o amigo e seu poderoso celular, vejo mais uma cena corriqueira neste País: _Um saquinho de amendoim, destes de R$ 0,50, vazio e jogado sobre uma prateleira. Comeu e resolveu não pagar. É claro, que volumes maiores, enfrentaram a fila do caixa, mas não importa se o valor era de R$ 0,50 ou R$ 0,05, o que importa é o ato.

São três exemplos, aparentemente banais, um papel higiênico, um celular e um amendoim, mas nos demonstram que o nosso povo está se corrompendo.

Já se foi há muito tempo, a época em que podíamos dormir com janelas abertas, esquecer a carteira com dinheiro no banco da praça, ou a bolsa de compras no mercado, com a certeza de que ninguém entraria em casa para nos furtar, a carteira seria devolvida e a bolsa no mercado ou estaria no mesmo lugar, ou guardada junto ao caixa.

Quem se presta  a furtar um celular, um rolo de papel higiênico ou um pacotinho de amendoim, certamente fará qualquer coisa por dinheiro.

Sabemos que o exemplo vem de cima. Nosso povo que constantemente, observa  os políticos roubando, negando o roubo e continuando impunes, segue o exemplo de seus líderes. 
Obviamente,  me refiro aos de mente mais fraca.
Quem é fiel a princípios de honra e ética (provavelmente teve aulas de moral e cívica na juventude), não segue os exemplos de nossos líderes atuais.

Isso tudo me leva a pensar: _Será que nossos líderes atuais, em sua aparente maioria, foram ladrões de celulares, papel higiênico, amendoins e até de galinhas?

Abraços,

Cláudio Fontes

10 comentários:

  1. Durante o governo do FHC via muito mais embalagens vazias dentro do supermercado. Na época do FHC havia mais corrupção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Petralha detected.

      Excluir
    2. Obrigado pelo comentário. Como bem sabemos, a Lan House petista funciona 24 horas. Trabalham por turnos e estão sempre a busca de textos de "direita", com o objetivo de rebatê-los e mostrar que a esquerda social é bem melhor. A questão é que aqui, somos contra a CORRUPÇÃO que está instalada no País e isto, independe de cores ou de partidos.

      Excluir
    3. pode ser, porque politico brasileiro, a maioria é ladrão, entram pobre e saem milionário

      Excluir
  2. Caro amigo, seja bem vindo e obrigado pela visita.

    Acontece que quem está no poder hoje, está em evidência. Com certeza, se estivéssemos na época de FHC, eu também estaria reclamando.

    Entendo que a corrupção é endêmica no País e independe de "esquerda ou direita". A situação só mudará quando TODOS forem punidos. Nossa luta não pode ser contra siglas, mas sim, contra a palavrinha mágica: "Corrupção".

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. A relação que a mídia deve ter o com o poder é a mesma do cachorro com o poste. Essa estoria de muito FHC me cheira a ditadura gay.
    Abraço a Todos
    Osvaldo Airea

    ResponderExcluir
  4. Olá,bom seu blogger,gostei do que lí aqui.

    Lembrei de um dia em uma empresa que eu trabalhava,uma transportadora,um funcionário abriu uma caixa de doces pegou uma barrinha e mordeu, acho que ele não gostou e colocou dentro da caixa de novo,coisas assim aconteciam com freqüência,é um costume vergonhoso muita gente carrega e no final das contas gera um prejuízo enorme para todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo. Obrigado pela visita e pelo comentário. Elogios sempre são bem vindos e as críticas também rsrs. É incrível, mas após escrever este texto, tenho recebido relatos diversos sobre estes "pequenos" deslizes. Esta é mais uma triste realidade deste nosso amado Brasil.
      Abraços.

      Excluir
  5. o brasil está doente, os politicos estão deitando e rolando com nosso dinheiro, eles estão cada vez mais ricos, e o povo cada vez mais na miséria. Ai vem a dilama du cheff, dizer que o povo melhorou de vida? que mentirosa, a guerrilheira do pt junto com o molusco ali babá , são terriveis,,fora todos eles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e pelos comentários. Enquanto o povo não acordar para esta triste realidade que vivemos, infelizmente, não haverá mudança. "Torcemos juntos", para que este despertar seja rápido.

      Excluir

Pesquise com PRIVACIDADE!!!

Este SiteWeb